sexta-feira, 14 de março de 2008

Revitalização do património Industrial e Cultural

A Fábrica Braço de Prata

(Noite e Restaurantes Teatros e Salas Espectáculo - Lisboa)

Corridas do Bairro Alto, a Ler Devagar e a Eterno Retorno juntaram forças e partiram rumo a Braço de Prata para se alojarem na antiga fábrica da zona. Antes um local onde de fabricava material de guerra; agora aqui, discutem-se ideias, fabricam-se conceitos e cria-se arte. Várias salas, diversas artes, um sem fim de propostas encerradas no mesmo espaço. Cada porta esconde um segredo. Existem quatro salas de galeria. Uma livraria polvilhada de exposições, uma livraria convencional, três salas que serão lojas, uma sala onde a sétima arte ganha vida e uma esplanada. Um espaço moderno com uma decoração minimalista mas uma atmosfera agradável que vai convidando o visitante a ficar e ir ficando. Inadvertidamente, torna-se habitué... Kafka, Nietzche, Arendt, Deleuze, Virginia Wool, Turing, Artaud, Tcekov, Visconti, Marguerite Duras e Beauvoir. A memória de todos estes vultos passeia-se nos corredores e cada um delas apropria-se de uma das onze salas.

"À dolorosa luz das grandes lâmpadas eléctricas da fábricaTenho febre e escrevo.Escrevo rangendo os dentes, fera para a beleza disto,Para a beleza disto totalmente desconhecida dos antigos.Ó rodas, ó engrenagens, r-r-r-r-r-r-r eterno!In Ode Triunfal"
Álvaro de Campos

Visitem: http://www.bracodeprata.org/ o filme está interessante! não consegui identificar a música/compositor mas vão gostar!
PS: é pena ser em Lisboa!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Bem Vindos ao meus espaço!
Vou estar mais atentar e fazer mais partilhas. Gostaria muito de contar com a vossa participação e partilha dos temas mais diversificados nas áreas mencionadas.