sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Boa hora para repensar os últimos 365 dias...

... achei oportuno partilhar convosco, aqui vai.


"Circula pela Internet, já há uns anos, um bom texto para esse final de ano, com alguns trechos da palestra de Brian Dyson, ex-presidente da Coca-cola. Ele fala sobre a relação entre o trabalho e outros compromissos da vida, que acabam ficando esquecidos com o tempo. Mas é sempre atual para pensarmos e revermos nossos objetivos de vida, trabalho, família, etc. E nestes dias de Natal e fim de ano são ótimos para repensarmos... Segue abaixo:"

«"Imaginem a vida como um jogo, no qual vocês fazem malabarismo com cinco bolas que lançam ao ar. Essas bolas são: o trabalho, a família, a saúde, os amigos e espírito.O trabalho é uma bola de borracha. Se cair, bate no chão e pula para cima. Mas, as quatro outras são de vidro. Se caírem no chão, quebrarão e ficarão permanentemente danificadas. Entendam isso e busquem o equilíbrio na vida.Como? Não diminuam seu próprio valor, comparando-se com outras pessoas. Somos todos diferentes. Cada um de nós é um ser especial.Não fixem seus objetivos com base no que os outros acham importante. Só vocês estão em condições de escolher o que é melhor para vocês próprio.Dêem valor e respeitem as coisas mais queridas aos seus corações. Apeguem-se a elas como a própria vida. Sem elas a vida carece de sentido.Não deixem que a vida escorra entre os dedos por viverem no passado ou no futuro. Se viverem um dia de cada vez, viverão todos os dias de suas vidas.Não desistam quando ainda são capazes de um esforço a mais.Nada termina até o momento em que se deixa de tentar.Não temam admitir que não são perfeitos. Não temam enfrentar riscos.É correndo riscos que aprendemos a ser valentes.Não excluam o amor de suas vidas dizendo que não se pode encontrá-lo.A melhor forma de receber amor é dá-lo. A forma mais rápida de ficar sem amor é apegar-se demasiado a si próprio. A melhor forma de manter o amor é dar-lhe asas.Não corram tanto pela vida a ponto de esquecerem onde estiveram e para onde vão.Não tenham medo de aprender. O conhecimento é leve. É um tesouro que se carrega facilmente.Não usem imprudentemente o tempo ou as palavras. Não se podem recuperar.A vida não é uma corrida, mas sim uma viagem que deve ser desfrutada a cada passo.Lembrem-se:Ontem é historia. Amanhã é mistério e Hoje é uma dádiva.. Por isso se chama "presente"». "Se vocês quiserem, passem este e-mail para as pessoas que são importantes para vocês, porque segundo Brian sugeriu:"Apeguem-se às coisas que são queridas ao seu coração (entre elas os amigos). Sem elas a vida carece de sentido"

Também acho, nunca é demais aprender... o meu pai, falecido há 22 anos, dizia-me "o saber não ocupa espaço e nunca gastes tudo", jamais esquecerei os seus ensinamentos... e a confiança que desde tão cedo teve em mim que me fez crescer optimista. Obg Pai :-)

Aproveito e deixo um link onde podem encontrar temas muito actuais da sociedade do conhecimento, artigos muito interessantes do Alexandre Mendes que me enviou a mensagem acima mencionada.
Boas leituras http://imasters.uol.com.br/artigo/7378/intranets/gestao_do_conhecimento_e_a_tecnologia_da_informacao_uma_forte_alianca/#acoment

Votos de Um Excelente Ano Novo!
Margarida Rebelo

e... no NOVO ANO vamos colaborar todos para que salvemos o Planeta... muito bem conseguido!

video

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

BOAS FESTAS!


Desejo-vos um Sereno e Feliz Natal,

Que a simbologia do nascimento nos faça renascer em cada dia, com muita energia positiva, muito amor e muito carinho!

Boas Festas!

sexta-feira, 12 de outubro de 2007

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Eventos - Encontro Temático: "Razão x Emoção = Solução”


"No próximo dia 28 de Setembro de 2007, pelas 15.00h, decorrerá o 1º Encontro Temático Anual do Programa REDE, a realizar no auditório da ANE, no Porto (R. Ciríaco Cardoso), subordinado ao tema:

"Razão x Emoção = Solução”

Este encontro será moderado pela Dra. Ângela Escada, conceituada psicóloga e escritora nesta área.Pretende-se com esta iniciativa sensibilizar o tecido empresarial, bem como todos os interessados para a importância do auto-conhecimento e da gestão das emoções, de acordo ao seguinte programa:
Utilização das emoções em seu benefício;
Auto-conhecimento e auto-controlo das emoções;
QI x QE;
Como desenvolver a sua inteligência emocional;
Técnicas de redução de stress e técnicas de relaxamento para a gestão das emoções.
Convidamos assim V.Exa a estar presente nesta iniciativa da ANE, cuja temática estamos certas ser do maior interesse. Não deixe de participar, as inscrições são gratuítas, limitadas aos lugares existentes e consideradas por ordem de recepção.Para informações adicionais, bem como para proceder à inscrição, poderá aceder ao nosso portal www.ane.pt ou directamente nas nossas instalações, solicitando-se confirmação de presença até dia 24 de Setembro.Contamos com a Sua participação, faça já a sua reserva! "
ANE - Associação Nacional das EmpresáriasNoémia BarbosaTlf.: 22 616 59 50 / Fax: 22 616 59 59Email: ane@ane.pt

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Eventos - Gestão Estratégica

"A Nova Ciência da Execução da Estratégia – como executar uma estratégia com sucessoEuroparque - 11 de Outubro.
No dia 11 de Outubro de 2007, irá realizar-se no Europarque um Seminário de Alta Direcção intitulado «A Nova Ciência da Execução da Estratégia - como executar uma estratégia com sucesso», conduzido por David P. Norton, que tem como destinatários, Empresários, Administradores de Empresas e Executivos de Topo.
Definir a estratégia para a sua organização é importante, mas sem ter uma ferramenta para sistematizar, comunicar e executar, os resultados desejados não serão alcançados. É reconhecido que o Balanced Scorecard (BSC) coloca a estratégia no centro do processo de gestão, permitindo às organizações executá-la de uma forma eficaz - o BSC fornece uma estrutura para as reuniões de revisão da estratégia, facilita a ligação do processo de planeamento e orçamentação com a estratégia e fornece um meio de propagar a estratégia a toda a organização, incluindo cada colaborador individualmente".
Para mais informações consulte:
http://eventos.aeportugal.pt/

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

O Mosteiro de Leça do Balio

O MOSTEIRO DE LEÇA DO BALIO
- Património Natural -
(Exerto)
"Amacias o caldo, em teu perfume
Dás vista aos olhos; enches do teu lume
Palácio, Templo, ou antro de caverna
Azeite de Oiro, num cristal macio,
Alegria de meza e seu adorno
Que bem te casas, tu, ao pão do forno,
A' verdura das hortas, fio a fio!"
in OLIVEIRA, Correia de - Arboricultura,
Gazeta das Aldeias, nº 2109 de 16 de Abril de 1947, p. 293
O primitivo Mosteiro de S. Salvador de Leça implantou-se, cerca do século X, "num valle do rio Leça, muito à margem esquerda d'este (...) este mosteiro demora no logar do Souto (largo e rua), (...) este logar pertencia ao de Recarei"[1]. O espaço, aqui referido, tem sido descrito das mais variadas formas. Uma prespectiva romancista ao século XIV, da autoria de Arnaldo Gama, situa o monumento, visto de "uma alta colina, que abraçava, de sul a poente, um extenso e dilatado vale, dividido em campinas verdejantes e franjadas por copado arvoredo, por entre as quais se deslizava em caprichosos meandros a apressada corrente de um pequeno rio"[2]. Já um outro autor refere-se à paisagem e ao edíficio como "uma imprevista aparição de um cenário de alguma página das «Lendas e Narrativas», do velho e evocativo Herculano"[3]; Foto 1.
Geograficamente, este mosteiro, insere-se nas terras da Maia, gozando de localização estratégica com o Atlântico a Oeste, o rio Leça a Este, o Minho a Norte e o rio Douro a Sul. Este posicionamento beneficiava o desenvolvimento da comunidade: a agricultura era tanto mais excelente quanto mais as características geomorfológicas o eram; os solos férteis e a abundância da água ajudavam a favorecer a policultura, enquanto que os rios
[4] tinham funções de fronteiras naturais, facilitando a implementação dos Mosteiros e a vida destes.
No século XVIII, o couto e Mosteiro de Leça do Balio estava ligado ao então julgado de Bouças; Mapa 1. Fazia fronteira com Paranhos, Águas Santas, Milheirós, Nogueira, Vermoim, Barca , Moreira e Santa Cruz do Bispo, freguesias do concelho da Maia
[5], extinguindo-se a contiguidade com Ramalde em 21 de Novembro de 1895, ficando ainda ligada ao Porto através da Amieira. Actualmente, pertence ao Distrito do Porto e é uma das freguesias do Concelho de Matosinhos. Fica a cerca de 8 km da sede do Distrito e a 10 do Concelho[6] (...)
______________________________
Autora: Margarida Pereira Rebelo
PORTO, 1996 (No prelo)